Receba oportunidades por e-mail
Voltar

Focker 190 – A Pequena Notável




Focker 190 - Pequena Notável de Orlando Kemp
O Bombarco
25/07/2012

O Bombarco continua querendo saber: “Por que o seu barco é Bom Barco?”. Na estreia dessa nova seção aqui no site nós conhecemos a história do Fábio Costantino, que a bordo do veleiro Flyer cruzou o Atlântico junto com a sua família. [Confira a matéria Relato de uma viagem em família pelo Atlântico a bordo do veleiro Flyer]

Neste mês, Orlando Kemp divide com a gente a história da sua lancha Focker 190, a “Pequena Notável”. O modelo, segundo o estaleiro Fibrafort, que fabrica as lanchas, é um barco indicado para navegação em pequenos percursos e em águas abrigadas, além de ser ótima para a prática de esportes náuticos. Lançada no ano 2000, recentemente a 190 saiu de linha e foi substituída pela i9. Ainda segundo o estaleiro, a evolução dos modelos é algo natural que busca modernizar os barcos para que eles atendam cada vez mais a necessidade dos consumidores.

Quem já teve uma Focker 190 sabe do que ela é capaz. Para aqueles que ainda não conhecem, confiram o relato de Orlando sobre a sua “Pequena Notável”.

 

Possuo uma Focker Style 190, a minha primeira lancha (e o primeiro barco a gente nunca esquece!). Agora, depois de dois anos, estou trocando a minha embarcação atual por uma Coral 24. Não que não tenha gostado da Focker, mas precisamos sempre buscar novas alternativas.

Esta Focker só me trouxe alegrias! Na época optamos por uma lancha de porte bem pequeno para primeiro ver se gostaríamos dessa aventura (afinal, um barco é uma aventura). Também a escolhemos por causa do tipo dela, que a faz a linha “pequena notável”. Ela nos leva para vários lugares como a Baía da Ribeira e de Ilha Grande, aqui no Rio de Janeiro. A relação custo x benefício valeu a pena!

Um fato inusitado que vivi a bordo aconteceu em uma manhã, saindo da marina e indo em direção a Ilha de Itanhangá. Parei a lancha  para sentir o silêncio daquele momento. Era “umas” 8h da manhã. Estavam na lancha eu e minha esposa, que sempre me acompanhou e nunca nem pensou em tirar sua carteira de Arrais, muito menos pilotar, ou vice-versa. Ao pular na água dei um impulso e comecei a ser levado pela pequena correnteza. Minha esposa, em um ato de desespero, ao invés de me jogar a boia resolveu ligar a lancha apontando a proa em minha direção. Foi aí que fiquei preocupado e comecei a gritar "Corta o motor". No final, saí dessa completamente ileso e ela se achando a heroína.

Além desse “acidente”, também passei por outro fato curioso a bordo da minha lancha. Por mais que se faça as manutenções recomendadas no motor, por mais cuidados que se tenha com segurança, falhas eletrônicas existem e temos que estar preparados para elas, pois nunca sabemos quando vão aparecer. No caso de lanchas só sabemos que vão acontecer no mar. E foi exatamente o que aconteceu.

Saímos da marina, eu, minha esposa, meu pai e sua mulher, em direção a Ilha da Gipóia. Era a primeira vez que eles andavam na minha lancha. Fiz tudo como um comandante veterano: chequei tudo e todos na hora de sair da marina. Almoçamos na Ilha e na volta, fiz a mesma coisa.

Dez minutos depois de sair da Praia das Flechas, senti que o motor não conseguia passar de quatro milhas. Não demonstrei nenhuma preocupação por fora (por dentro estava uma pilha), sorria o tempo todo. Notei que eles me olhavam, mas ninguém perguntava o porquê estávamos tão devagar. Foi nessa hora que comecei a puxar lá do fundo algumas desculpas.

Pessoal, estou indo bem devagar para vocês apreciarem a paisagem”.

Aqui costuma pular golfinhos”.

A vegetação das encostas são mais verdes, não acham?

Fui arranjando tudo quanto é desculpa. O que faríamos em trinta minutos demoramos quase uma hora e meia para percorrer. Mas todos ficaram super satisfeitos pela paisagem que puderam apreciar. Qual era o defeito na lancha? Um módulo eletrônico no motor.

 

Segundo Orlando, a sua Focker 190 é um Bom Barco porque “me leva com segurança e prazer para onde eu quero ir”, conclui.

Quer ter a sua história aqui também? Então mande um e-mail para imprensa@bombarco.com.br e conte para a gente “Por que o seu barco é o Bom Barco”. A sua história pode vir parar aqui!

Veja lanchas Focker anunciadas no classificado de embarcações do site Bombarco